"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Cremers intensifica fiscalização em unidades de saúde de Porto Alegre


Recebi o seguinte email hoje:

O Cremers começou nesta terça-feira, dia 8, a fiscalizar os hospitais e demais unidades de saúde de Porto Alegre. O primeiro local a ser vistoriado foi o Hospital de Pronto Socorro (HPS).

De acordo com o presidente do Cremers, Fernando Weber Matos, o objetivo é avaliar as condições de trabalho médico e de atendimento à população, e também verificar o número de profissionais das equipes de saúde em cada local.

- Sabemos que há uma defasagem importante no quadro funcional, o que sobrecarrega muito os profissionais e prejudica o atendimento. Fomos informados que em vez de concursos são feitos contratos emergenciais, e isso é preocupante – comenta Matos.

Participaram também da vistoria os coordenadores das comissões de Fiscalização e de Câmaras Técnicas do Cremers, Antonio Celso Ayub e Jefferson Piva, e o médico fiscal Alexandre Porto Prestes.

Será elaborado um relatório de cada unidade fiscalizada. O documento será encaminhado à Secretaria Municipal da Saúde, Ministério Público e gestores de cada unidade.



*AGORA EU - Qual a moral que o Conselho Regional de Medicina Estado do RS tem para fiscalizar qualquer coisa? Digamos que sejam constatadas condições que vão impedir o exercício da Medicina: e daí? Grande coisa ! Se os médicos brasileiros forem impedidos pelo CREMERS de trabalhar no HPS de Porto Alegre (atualmente sucateado pela secretaria municipal da saúde) basta a SMS convocar médicos estrangeiros! O Hospital funcionará normalmente sem brasileiros! A atuação de colegas estrangeiros no HPS em nada mais depende do CREMERS !
Agora é tarde ! Parem com essa bobagem de fiscalizar as condições de exercício da Medicina no Brasil. O Conselho Federal não tem mais esse poder! Ou eu estou errado ??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.