"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Cuba infiltrou militares no programa Mais Médicos


Cuba infiltrou militares no programa Mais Médicos

Cláudio Humberto informa em sua coluna que militares cubanos entraram no Brasil disfarçados de médicos e que o Ministro da Defesa, Celso Amorin, foi informado pela Inteligência do Exército do fato. Nenhuma providência foi tomada nesse crime que deveria ser julgado como "traição nacional" e ser suficiente para DERRUBAR o Governo Mensaleiro dos vagabundos petistas. 
Militares brasileiros desconfiaram do “médico” por seus hábitos de caserna (cama sempre arrumada, por exemplo). Era o capitão cubano.
A infiltração de militares no Mais Médicos repercutiu na Câmara. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer convocar Amorim a se explicar.
Bolsonaro avisa que não adianta Celso Amorim negar a existência do informe reservado que lhe foi enviado: ele obteve cópia do documento. Leia na Coluna Cláudio Humberto (que eu, Milton Pires, apresento abaixo)
"Informe reservado “Mensagem Direta de Inteligência” (MDI) ao ministro Celso Amorim (Defesa) atestou que a ditadura cubana infiltrou militares no programa Mais Médicos. A descoberta foi da Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, que recebe gente do Mais Médicos. Ouvido, um suspeito confessou ser capitão do Exército cubano, e que não está sozinho. Amorim nada fez."

COMENTÁRIO MEU - Não pode ser "verdade". Cláudio Humberto deve estar "paranóico" e ser um "teórico da conspiração" ...eu diria inclusive que ele andou "dando encontrões" em uma "colega sua" da redação e deveria ser afastado por 60 dias sem prejuízo da remuneração nas suas funções como o GHC fez comigo...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.