"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

De verdade, o PT desviou da Saúde R$ 242,4 bilhões. Nessa área, partido sempre foi a doença, não o remédio

De verdade, o PT desviou da Saúde R$ 242,4 bilhões. Nessa área, partido sempre foi a doença, não o remédio:

Centro e trinta e um bilhões de reais! É quanto os três governos petistas deixaram de gastar na saúde. É a soma das verbas previstas no Orçamento que deixaram de ser usadas, que foram, como se diz em burocratês, “contingenciadas”. Alguém dirá: “Ah, mas com Orçamento é assim mesmo; nunca se usa tudo…” Olhem aqui: cortar dinheiro justamente da Saúde, sabidamente a área mais precária do país, é um crime contra os pobres. De fato, o PT tirou dos doentes bem mais.
Entre 2003 e 2007 — em cinco dos 12 anos de governo —, o PT contou com a CPMF, o imposto do cheque, lembram-se? Eu gosto de fazer contas: nos cinco anos em que contou com a contribuição, que era imposto, o governo Lula arrecadou R$ 186,4 bilhões. Sabem quanto efetivamente foi empregado, até então, na Saúde? R$ 75 bilhões. Vale dizer: o companheiro usou R$ 111,4 bilhões para outras despesas.
Assim, se a gente somar o dinheiro da CPMF que não foi para a saúde, que foi desviado para outras áreas, com os cortes feitos no Orçamento, o PT deixou de gastar na saúde R$ 242,4 bilhões. Isso explica a situação miserável em que está o setor; isso explica por que Dilma teve de recorrer à pantomima dos médicos cubanos, os apalpadores de pobres, para fingir que está fazendo alguma coisa.
Quando Lula acusa a oposição de ter derrubado a CPMF e de ter tirado bilhões da saúde, está mentindo. Quem desviou dinheiro da saúde foi o PT; quem tomou R$ 111,4 bilhões da COM que eram da Saúde foi o PT; quem cortou R$ 131 bilhões da Saúde foi o PT.
Na Saúde, o PT nunca foi o remédio; sempre foi a doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem será avaliada pelos Editores do Ataque Aberto. Obrigado pela sua colaboração.