"O maior inimigo da autoridade é o desprezo e a maneira mais segura de solapá-la é o riso." (Hannah Arendt 1906-1975)

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AVISA QUE VAI FECHAR AS PORTAS



A reitoria da Universidade Estadual do Rio de Janeiro afirmou que a grave crise que afeta o estado pode causar o fechamento da Uerj. De acordo com a reitoria, é necessário efetuar o pagamento dos servidores e liberar recursos para que a instituição possa funcionar. Em um ofício publicado na página da instituição e endereçado ao governador Luiz Fernando Pezão, a reitoria afirma que, caso isso não aconteça, "as atividades ficarão impossibilitadas nas diversas unidades", incluindo o Hospital Pedro Ernesto e a policlínica Piquet Carneiro.
No documento, assinado pela reitora em exercício Maria Georgina Muniz Washington, a instituição reivindica o pagamentos dos salários de novembro, dezembro e o décimo terceiro dos funcionários, além do repassa de bolsas e auxílios.
Em nota, a Secretaria Estadual da Fazenda se posicionou sobre o assunto e disse que os funcionários estatutários da Uerj vêm recebendo os salários junto com os demora servidores, dentro do calendário de pagamento. Neste caso, o referência novembro 2016 está sendo parcelado em 5 vezes. Foram pagas as duas primeiras parcelas dias 5 e 6 e serão pagas as demais dias 11, 13 e 17.
Sobre os repasses, a secretaria afirmou que seguem sendo feitos à Uerj, mesmo diante da grave crise financeira que o Estado atravessa, mas que, desde o início da crise, a prioridade absoluta tem sido o pagamento dos salários dos servidores do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário